Auditor interno tem papel fundamental na governança


6 jul 2010 - Contabilidade / Societário

Portal do SPED

Convergência contábil é destaque em pesquisa que revela os rumos da auditoria no Brasil

Além da preocupação com a evolução do ambiente de Tecnologia da Informação (TI) e de Segurança da Informação, a conformidade com os padrões internacionais, tendo em vista a convergência contábil (IFRS), também foi destaque da pesquisa da Protiviti e do Instituto dos Auditores Internos do Brasil (Audibra).

Mais de 200 profissionais responderam, entre novembro de 2009 e abril de 2010, a um detalhado questionário com mais de 100 quesitos capazes de traçar um raio X qualitativo sobre o real estágio da profissão de auditor no País. Sobre a adequação às mudanças implementadas pelo IIA Global, entidade que estabelece as normas para a profissão, os entrevistados destacaram a necessidade de aperfeiçoamento em temas relacionados à governança corporativa e como a organização gerencia os riscos de fraude.

“O auditor interno tem um papel fundamental na avaliação dos processos de gestão de risco e governo corporativo, incluindo a avaliação do risco de ocorrência de fraudes nas empresas”, destacou o presidente do IIA Brasil, Oswaldo Basile.

O estudo buscou identificar temas como: a evolução do conhecimento técnico profissional; os avanços nos processos de auditoria interna; o alinhamento em relação às alterações nos padrões internacionais implementadas em 2009, e a avaliação de quais são as principais habilidades pessoais que necessitam de aprimoramento.


Fonte: Financial Web