RS: App Minha Empresa passa a permitir que donos de negócios autorizem acesso de terceiros


24 out 2023 - Simples Nacional

Filtro de Busca Avançada

O aplicativo Minha Empresa, idealizado pela Receita Estadual, passou a oferecer uma funcionalidade que era bastante aguardada pelos usuários: a autorização do uso para terceiros. Até então, a ferramenta, lançada em abril, só podia ser acessada por pessoas com o CPF ligado ao CNPJ da empresa, integrantes do quadro societário. Agora, os donos podem autorizar o login por outros funcionários ou prestadores de serviço, como contadores, por exemplo. O novo recurso foi disponibilizado na última semana pelo Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado (Procergs).

“Com a autorização, além dos sócios administradores da empresa, outros colaboradores, como gerentes e profissionais de contabilidade, também podem acessar as informações, o que traz ainda mais facilidade para os gestores das empresas”, detalha a chefe da Divisão de Relacionamento e Serviços da Receita, Rachel Krug Einsfeld.

O Minha Empresa, que é gratuito, foi criado para auxiliar na gestão dos negócios constituídos como microempresas ou empresas de pequeno porte, que são os optantes do Simples Nacional. Utilizando dados dos documentos fiscais eletrônicos, a ferramenta permite acessar gráficos e indicadores para a administração da empresa, buscando facilitar o trabalho dos empresários que não têm condições de desenvolver um sistema próprio. Assim, podem acessar informações na palma da mão.

Na página principal, o app apresenta o total de compra e de vendas, que pode ser visualizado com mais detalhes na aba “operações”. Em outras abas, é possível ver os maiores fornecedores, os clientes mais assíduos e os produtos que a empresa mais comprou e mais vendeu. Em todos os casos, pode-se aplicar filtros e escolher a periodicidade — os dados são disponibilizados de forma agregada (diária, semanal, mensal e anual), do ano corrente e dos dois anos anteriores. O app também informa sobre eventuais débitos existentes e parcelamentos ativos com a Receita Estadual.

Segundo cálculos da Receita, o Minha Empresa pode beneficiar até 200 mil negócios gaúchos. Desde o seu lançamento, o app já registrou cerca de 3 mil downloads.

A tecnologia foi desenvolvida pela RE e pela Procergs e é fruto do diálogo com entidades representativas do setor por meio do Conselho de Boas Práticas Tributárias. A ferramenta integra a agenda Receita 2030+, composta por 30 ações de modernização da administração tributária do Rio Grande do Sul. O Minha Empresa é o primeiro modelo desenvolvido no Brasil com a finalidade de facilitar a gestão das empresas.

Até o fim do ano, o app contará ainda com uma outra funcionalidade, que diz respeito ao Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (PGDAS), documentação onde é feita a declaração mensal obrigatória pelas empresas integrantes do sistema de tributação simplificada. Apesar de o PGDAS ser entregue ao governo federal, o app gaúcho vai começar a gerar um documento com as informações necessárias aos empresários, como uma espécie de “declaração pré-preenchida”. O objetivo é auxiliar no cálculo e oferecer mais segurança aos donos de negócios, para que mantenham a regularização no Simples.

Como usar

Para fazer login, é preciso utilizar o acesso gov.br com CPF e senha. Depois, os usuários devem digitar o CNPJ que desejam acompanhar no aplicativo. A verificação de vinculação entre o CPF e o CPNJ garante confiabilidade e segurança nas informações.

O Minha Empresa está disponível para download no Google Play e na App Store.


Fonte: SEFAZ/RS