Cidadão agora possui computador e funcionário treinado para auxiliar serviços na Sefaz


16 mai 2022 - ICMS, IPI, ISS e Outros

Substituição Tributária

Em adequação à Lei de Acesso à Informação, a Ouvidoria Fazendária da Secretaria de Estado da Fazenda, implantou o SIC (Serviço de Informação ao Cidadão), nesta segunda-feira (16). O evento de lançamento oficial da plataforma, tem como objetivo estabelecer um canal direto do contribuinte para pedidos de informação do órgão fazendário. A cerimônia, que contou com a presença do secretário de Fazenda Alex del Giglio, aconteceu na Central de Atendimento da Sefaz (CAC), no prédio anexo à sede do órgão fazendário.


“É importante termos um canal de comunicação, onde o contribuinte pode avaliar os serviços e atendimentos. É fundamental ter a percepção do cidadão para ajustar e aprimorar constantemente nossos serviços”, declarou o secretário.

Na ocasião, também se fizeram presentes a chefe da Ouvidoria da Sefaz, Ellen Patrícia Nogueira da Costa, assim como os chefes da Controladoria da Sefaz, Rodrigo Belém, da Corregedoria Elvys Benayon, e outros seis chefes de departamento: o Defis (Departamento de Fiscalização), o Dearc (Departamento de Arrecadação), Deinf (Departamento de Informações Econômico-Fiscais), Depad (Departamento de Administração), Detin (Departamento de Tecnologia da Informação) e Decem (Departamento de Controle e Entrada de Mercadorias), setores que possuem serviços presenciais no CAC.


À frente do processo, a ouvidora da Sefaz, Ellen Patrícia Nogueira, não escondia o entusiasmo de concretizar mais um passo que aproxima o cidadão ao fisco estadual, fazendo da voz do contribuinte um instrumento de constante aperfeiçoamento dos serviços públicos. Ela explica que, além de fornecer um computador para que o contribuinte realize o seu autoatendimento, um funcionário treinado da Sefaz irá auxiliar aqueles que ainda não têm domínio da ferramenta digital.


Atendimento presencial

No entanto, ela explica, o atendimento presencial permanece. “A pessoa tem as duas opções: colocamos o presencial aqui para as pessoa que não têm acesso à internet, ou computador na sua casa, ou mesmo um celular. Quem não possui ou ainda não tem tanta familiaridade com essas ferramentas pode vir até aqui, que nós iremos mostrar como fazer, ou mesmo realizar o atendimento auxiliado no nosso guichê”, diz.


Fonte: SEFAZ/AM