Maceió - Prazo para recadastro de motoristas auxiliares termina nesta sexta-feira (29)


28 abr 2022 - ICMS, IPI, ISS e Outros

Filtro de Busca Avançada

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió chama a atenção dos motoristas auxiliares de táxias para o final do prazo para o recadastramento da permissão junto ao órgão. O recadastro iniciou na última segunda-feira (25), com término já nesta sexta-feira (29) e até o momento somente 14 de 653 profissionais compareceram à sede da SMTT para realizar o procedimento.

Os motoristas auxiliares atuam em revezamento com os permissionários dos táxis, em regime de escala ou de forma permanente para prestar suporte aos profissionais que possuem a permissão, mas não conduzem o veículo. É necessário fazer o recadastro para atuar no aplicativo Táxi.Maceió.Cidades, no âmbito da categoria convencional (cidadão).

A diretora de Permissões e do Sistema Integrado de Mobilidade (SIMM) da SMTT, Paula Isanelle, destacou a importância do recadastro para os motoristas auxiliares.

"O recadastramento é de extrema importância para que os motoristas possam trabalhar em conformidade com a lei vigente e também é importante para quem utiliza o serviço". Paula ainda destacou a extensão do horário de atendimento em uma hora: "estamos atendendo das 7 às 14h. Ampliamos o horário justamente para que os profissionais da categoria tenham mais tempo para vir até a SMTT", ressaltou.

Para realizar o recadastro, os motoristas devem comparecer à sede da Superintendência, no setor de permissões, portando os seguintes documentos:

- CNH apta para transporte remunerado;

- 2 fotos 3x4;

- Certidão Negativa Criminal Estadual;

- Certidão Negativa Criminal Federal;

- Certificado do curso de taxista;

- Comprovante de residência atualizado (90 dias);

- Taxa de inclusão com comprovante de pagamento.

"É importante ressaltar que os motoristas auxiliares que já efetuaram o pagamento da taxa referente ao ano de 2022, também devem comparecer à SMTT para fazer a atualização cadastral", concluiu Paula Isanelle.


Fonte: Prefeitura Maceió