Cilea apresenta programa para a elaboração do Balanço Social e Ambiental para as pequenas e médias empresas


22 out 2019 - Contabilidade / Societário

Filtro de Busca Avançada

Cilea promove reunião em Cartagena, Colômbia

O Comitê de Integração Latino Europa-América (Cilea) aprovou, nesta segunda-feira (21), um programa online para a elaboração do Balanço Social e Ambiental para as Pequenas e Médias Empresas.  A medida foi discutida durante a Assembleia da entidade, realizada durante a XXXIII Conferência Interamericana de Contabilidade, em Cartagena, Colômbia.

O Cilea é uma instituição que dá voz às organizações profissionais de ciências econômicas e contábeis dos países dos dois continentes. Sua visão é de construir uma ponte entre os profissionais latinos da América e da Europa, os quais se diferenciam de outras realidades internacionais por características geográficas, por línguas raízes em comum e, principalmente, pela mesma cultura profissional cuja atividade é embasada fundamentalmente na consultoria e nos serviços para as pequenas e médias empresas.

O Brasil foi representado na reunião pelo presidente do Conselho Federal de Contabilidade, Zulmir Breda; pelo vice-presidente do Cilea, José Martonio Alves Coelho; pelo contador José Maria Martins Mendes; pelo presidente do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil (Ibracon), Francisco Sant’Anna; pela presidente eleita da Associação Interamericana de Contabilidade (AIC), Maria Clara Cavalcante Bugarim; e pela diretora executiva do CFC, Elys Tevania.

O presidente do Cilea, Phillippe Arraou, explicou sobre a novidade que está em fase de elaboração e ressaltou a importância de ferramentas que possam fomentar o desenvolvimento sustentável econômico dos continentes. “É um produto com visibilidade internacional, fruto de um trabalho entre a América Latina e a Europa. Estamos muito orgulhosos com essa iniciativa que pretende agregar ainda mais valor às empresas de nossas regiões”.

Para a presidente da AIC, Maria Clara Cavalcante Bugarim, a ferramenta é um grande passo no processo de integração e transparência que já é uma tendência mundial. “É dever das organizações internacionais despertar as transformações em nossa classe e trabalhar, juntas, pelo desenvolvimento das pequenas e médias empresas que são predominantes em nossos continentes”, disse.

A ideia principal da plataforma é buscar agregar valor às informações das empresas e facilitar o acesso aos relatórios por meio virtual. O presidente do CFC, Zulmir Breda, parabenizou a iniciativa e disse que transparência tornou-se um clamor da sociedade.  “O mercado tem exigido clareza nas informações prestadas pelas organizações e os Stakeholders tem se preocupado não só com questões de rentabilidade, mas também com o posicionamento e as políticas empresariais voltadas para o desenvolvimento sustentável das companhias”, afirmou.

Outro destaque da reunião foi a participação do gerente técnico de Qualidade e Desenvolvimento da Federação Internacional de Contadores (Ifac, na sigla em inglês), Manuel Arias, que explicou sobre um dos eixos importantes da entidade relacionado ao fortalecimento das pequenas e médias empresas. Ele também parabenizou o trabalho do Cilea e disse que o objetivo é que a IFAC esteja cada vez mais unida com os organismos internacionais na busca pela adoção e implementação dos padrões normativos nos diversos países do mundo; no fortalecimento das organizações profissionais da área; e na participação em questões de interesse público.

Também estiveram presentes na mesa de abertura o vice-presidente primeiro (Argentina), José Luis Arnoletto; e o vice-presidente (Itália), Claudio Siciliotti.

 


Fonte: Comunicação CFC