Encontro internacional debate valor agregado dos serviços nas exportações


16 out 2019 - Comércio Exterior

Portal do SPED

Evento reúne especialistas de diversos países, nos dias 22 e 23 de outubro, para tratar do tema.

Os serviços que agregam valor a produtos, como por exemplo design e engenharia,  estão contribuindo para fortalecer as estratégias nas áreas de agricultura e industrialização e para aumentar a capacidade de exportação de todos os setores econômicos. Divulgar os avanços e o potencial de crescimento nesse sentido é um dos principais focos da Reunião Internacional de Serviços de Valor Agregado em Exportação, que será realizada nos  próximos dias 22 e 23 de outubro, no auditório do Bloco K do Ministério da Economia, em Brasília (DF).

O evento, organizado pelo Ministério da Economia em conjunto com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad), a União Europeia (UE) e a Câmara Internacional do Comércio (ICC), terá a participação de especialistas em políticas comerciais, industriais e de serviços de vários países; organizações regionais e internacionais; e representantes do setor privado e da academia.

Durante o encontro, haverá palestras sobre serviços e políticas públicas e painéis com especialistas no tema. O principal objetivo é ampliar o nível de conhecimento sobre o valor agregado dos serviços nas exportações.

A reunião será aberta pela secretária especial adjunta de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, Yana Dumaresq; pelo secretário de Política Externa Comercial e Econômica do Ministério das Relações Exteriores, embaixador Norberto Moretti; pela diretora da Divisão de Comércio Internacional e Commodities da Unctad, Pamela Coke-Hamilton; pelo economista-chefe e diretor-geral de Comércio da Comissão Europeia, Lucian Cernat; pelo embaixador da União Europeia no Brasil, Ignácio Ybañez Rubi; pelo coordenador-residente do Sistema Nações Unidas no Brasil e representante-residente do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Niky Fabiancic; e pela diretora-executiva da ICC Brasil, Gabriella Dorlhiac. 

Dinamismo
Segundo a Unctad, o comércio de serviços atingiu US$ 5,8 trilhões, em todo o mundo, em 2018, confirmando o dinamismo das exportações de serviços, superior ao de mercadorias. Nas economias em desenvolvimento, as exportações de serviços cresceram 7,6% ao ano entre 2005 e 2018, aumentando a contribuição direta dos serviços no total de exportações de 14% para 17%.

Apesar da importância do setor, a Unctad aponta que muitos países ainda não exploraram completamente o potencial de desenvolvimento, transformação e crescimento econômico liderado por serviços. “Há um valor agregado substancial dos serviços, que não são capturados nesses dados, mas estão incorporados na exportação de mercadorias, de insumos intermediários de serviços e de serviços agrupados a bens”, salienta o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão. 

De acordo com a Unctad, ainda são insuficientes os dados sobre o valor agregado dos serviços e sobre como os serviços de valor agregado nas exportações são afetados ou ativados pelas atuais políticas comerciais, industriais e de serviços. “Esta reunião abordará essa lacuna de conhecimento, destacando a necessidade de uma política de serviços e de uma estrutura comercial e de regulamentação coerentes”, explica Brandão. 

Serviço

Reunião Internacional de Serviços de Valor Agregado em Exportação (International meeting on services value-added in exports: services and trade policies for diversification and upgrading)

Data: 22 e 23 de outubro de 2019 (terça e quarta-feira)

Local: Ministério da Economia – Esplanada dos Ministérios, Bloco K, auditório, Brasília (DF)

Inscrições: os interessados podem fazer a inscrição gratuitamente pelo link: https://international-meeting-services-value-added-exports.eventbrite.co.uk. Haverá tradução simultânea (inglês/português).


Fonte: Ministério da Economia