BRF diz que impacto de restrições da Arábia Saudita será de no máximo R$45 mi


24 jan 2019 - Comércio Exterior

Impostos e Alíquotas por NCM

A BRF afirmou nesta terça-feira que o impacto das restrições de importação decididas pela Arábia Saudita na véspera será limitado e que deverá retomar o ritmo anterior de exportações para o país em no máximo três meses.

Segundo a companhia, as restrições sauditas envolvem apenas uma fábrica da empresa, em Lajeado (RS), e estimou que a perda de receita líquida será de no máximo 45 milhões de reais no período de três meses.


Fonte: DCI