Lei Nº 8811 DE 11/05/2020


 Publicado no DOE - RJ em 12 mai 2020


Fica o Poder Executivo autorizado a dispor sobre a vedação da suspensão e/ou o cancelamento dos planos de saúde por falta de pagamento, durante a vigência do Plano de Contingência do Novo Coronavírus (Covid19), e dá outras providências.


Filtro de Busca Avançada

O Governador do Estado do Rio de Janeiro

Faço saber que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º Fica o Poder Executivo autorizado a dispor sobre a vedação às operadoras de planos de saúde a suspensão e/ou do cancelamento dos planos de saúde por falta de pagamento, durante o período em que estiver em vigor a situação de emergência do novo coronavírus (covid-2019), declarada pelo Decreto nº 46.973, de 16 de março de 2020 ou pelos seus sucessivos atos normativos que prorrogarem a sua vigência.

Art. 2º Após o fim das restrições decorrentes do Plano de Contingência, as operadoras de planos de saúde, antes de proceder a suspensão e/ou o cancelamento do pano de saúde em razão da inadimplência anterior a março de 2020, deverão possibilitar o parcelamento do débito pelo consumidor.

Art. 3º O débito consolidado durante as medidas restritivas não poderá ensejar a suspensão e/ou o cancelamento do plano de saúde, devendo ser cobrado pelas vias próprias, sendo vedadas a cobrança de juros e multa.

Art. 4º O disposto nesta Lei é extensivo aos MEIs (Micro Empreendedores Individuais), às Micro e Pequenas Empresas e aos optantes pelo regime de arrecadação de tributos denominado Simples Nacional (Lei Complementar Federal nº 123, de 14 de dezembro de 2006).

Art. 5º Esta Lei entra em vigor na data da sua publicação com vigência enquanto estiver em vigor a situação de emergência do novo coronavírus (covid-2019), declarada pelo Decreto nº 46.973, de 16 de março de 2020 ou pelos seus sucessivos atos normativos que prorrogarem sua vigência Rio de Janeiro, 11 de maio de 2020

WILSON WITZEL

Governador

Projeto de Lei nº 2171/2020

Autoria dos Deputado: Anderson Alexandre, Vandro Família, Alana Passos, Capitão Paulo Teixeira, Enfermeira Rejane, Dionisio Lins, Waldeck Carneiro, Carlos Minc, Sérgio Louback, Danniel Librelon, Max Lemos, Mônica Francisco, Valdecy Da Saúde, Sérgio Fernandes, Thiago Pampolha, Dr. Deodalto, Carlos Macedo, Gustavo Tutuca, Marcelo Do Seu Dino, Marcelo Cabeleireiro, Zeidan, Welberth Rezende, Eliomar Coelho, Brazão, Lucinha, Bebeto, Martha Rocha, Coronel Salema, Delegado Carlos Augusto, André Ceciliano

Aprovado o Substitutivo da Comissão de Constituição e Justiça